O incêndio do Globe Theater de Shakespeare #hsqo

O incêndio do Globe Theater de Shakespeare #hsqo

No dia de hoje, 29 de junho, do ano de 1613 o Globe Theater, sala de espetáculos onde eram encenadas as peças de Shakespeare em Londres pegou fogo durante uma apresentação da peça Henrique VIII.

Voltando um pouco sobre o contexto desta tragédia, os teatros nesta época eram altamente controversos porque eram muito populares mas frequentemente atacados pelos religiosos que consideravam uma prática imoral e até mesmo perigosa (principalmente aqueles que seguiam linhas bastante restritas do cristianismo como o Calvinismo e sua vertente na Inglaterra, o Puritanismo, que já falamos aqui). Tanto que estes espaços foram banidos da cidade de Londres por certo tempo até que Elizabeth I, muito interessada por este tipo de entretenimento e tendo conhecimento do grande sucesso financeiro gerado pelos espetáculos, permitiu novamente a instalação de teatros como o Globe, este liderado pela Companhia de Teatro de  Shakespeare, chamada The Chamberlain’s Men. Neste momento e com o apoio da realeza, os teatros passaram a ter melhor aceitação e passaram a atrair um público mais influente e encontravam-se frequentemente lotados.

globe-burningDSC04032small

O Globe em chamas, por C Walter Hodges. Fonte

Sobre o acidente, como dito acima, ocorreu durante a encenação da peça Henrique VIII e aconteceu quando um canhão de efeitos especiais lançou fogos para anunciar a entrada do personagem de Henrique para o próximo ato, como já havia feito inúmeras vezes anteriormente. Contudo, neste dia, as fagulhas alcançaram o telhado feito de palha e entrou em combustão imediatamente queimando tudo até o chão em menos de duas horas e as pessoas puderam fazer somente o necessário para se salvarem. Apesar da tragédia, num curto período de tempo o teatro foi reconstruído – desta vez com um telhado com telhas de barro -, e sediou performances por mais alguns anos até sua demolição em 1644 por falta de uso.

burning-globe

Porcaria de canhão! Fonte

Mais de 300 anos depois, um ator, escritor, produtor e diretor americano, Sam Wanamaker, iniciou o projeto de reconstrução do Globe Theater em 1949, feito que passou a ser seu objetivo de vida. Além da função básica do teatro, Sam desejava que este espaço fosse provido de um Centro Educacional e de exposições permanentes com relação à memória do lugar e a História do teatro.

normal (1)

Sam e a maquete de estudo da reconstrução. Fonte

Passou mais de 20 anos arrecadando fundos, angariando patrocinadores, se aprofundando em pesquisas sobre prédio original e planejando sua reconstrução ao lado do arquiteto Theo Crosby até que morreu antes de ver seu sonho realizado em 1993. A reconstrução foi concluída três anos mais tarde e foi baseada nas técnicas projetuais e construtivas que teriam sido usadas no prédio original: vigas em carvalho novo, paredes cobertas por uma mistura de pedra calcária e telhado em palha (com tratamento especial anti-chamas, claro) em adição a algumas outras adaptações a regras atuais em relação à prevenção e combate a incêndio. Inclusive, foi concedida uma exceção à este projeto já que coberturas de palha haviam sido proibidas desde o Grande Incêndio de Londres em 1666 – assunto pra outro dia.

Hodge's_conjectural_Globe_reconstruction

Um dos desenhos de estudo para recriação do projeto do teatro. Fonte

Hoje, graças ao trabalho hercúleo de sua reconstrução, o Globe Theater é um dos mais frequentados de Londres e conta com montagens constantes de peças clássicas. Um fato interessante é que sua programação, aproveitando o caráter turístico da cidade, conta com montagens em várias línguas como francês, sânscrito e até em mandarim e cantonês! =O

king-lear-at-the-globe-theatre-ii

Encenação da peça “The King Lear” no Globe. Fonte

inside-the-globe-theatre-double-barrelled-travel

Vista da platéia do Globe reconstruído. Fonte

Espero que tenham curtido mais este post da série “Hoje, só que ontem”! 🙂

Mais informações podem ser consultadas no site do Teatroaqui (pdf)

 

COMENTÁRIOS

Desembuche aqui:

Share this:

About the Author

PaleoNerdMe chamo Denis e sou professor de História. Concluí minha Graduação em Licenciatura em História na Universidade Estadual Paulista – UNESP, Câmpus de Assis-SP em 2009. Em 2014 concluí minha Especialização em Educação, Arte e Multimeios pela Unicamp. Atuo na área desde 2010, ministrando aulas para o Ensino Fundamental, Ensino Médio, Cursos Pré-Vestibulares, assim como, palestras e oficinas para jovens e adultos.

View all posts by PaleoNerd

Leave a Reply