O Calendário Cósmico de Carl Sagan

O Calendário Cósmico de Carl Sagan

Você já ouviu falar sobre COSMOS?

Hoje em dia, ser nerd é uma “moda” e todo mundo acredita que um nerd que se preze deve conhecer Star Wars, Star Trek, Senhor dos Anéis, saber debater as diferenças entre as histórias dos heróis da DC e Marvel, assim como dominar os conhecimentos sobre todo o processo de desenvolvimento dos videogames, desde o lançamento do Odissey (de Ralph Bear) até os dias de hoje.  Mas o que essa galerinha da “moda nerd” não sabe é que, muito mais do que usar camisetas de heróis dos quadrinhos e videogames ou óculos grandes, nós somos absolutamente fascinados por aprender coisas novas e, se existe uma referência em comum entre os “nerds”, com certeza é a série COSMOS, de Carl Sagan.

Exemplo de uma revista de moda feminina que procura ensinar a como se vestir segundo a moda nerd. FONTE

Exemplo de uma revista de moda feminina que procura ensinar a como se vestir segundo a moda nerd. FONTE

Mas a primeira pergunta que precisamos responder, para poder fala sobre esta série é: QUE CAÇAROLA SIGNIFICA “COSMOS”?

Bom, este conceito foi estabelecido pela primeira vez pelos antigos gregos (kósmos) e significa “a ordem e organização do mundo” ou “o mundo organizado e ordenado”. Este termo foi criado por estes antigos humanos como uma forma de dar um sentido à realidade que os cercava. Todavia, foi o filósofo pré-Socrático Tales de Mileto que decidiu reunir à este conceito a ideia de “logos”, que se significa “pensamento racional, discurso racional ou conhecimento”. Assim, surgiu a COSMOLOGIA, que buscava explicar o mundo e sua origem, sem recorrer à cosmogonia mitológica, que colocava o mundo e o universo como resultado da relação entre divindades.

Tirinha feita pela equipe do Scicast, em referência à série Cosmos. FONTE

Tirinha feita pela equipe do Scicast, em referência à série Cosmos. FONTE

Foi em referência a este antigo e importante termo que o físico Carl Sagan decidiu, junto com sua esposa, formar uma equipe para produzir uma série que usasse a explicação racional científica para contar a história de todo o universo. Tudo isso com apoio da História, como uma maneira de dar sentido ao processo de construção do conhecimento humano.

Partindo deste princípio, fica fácil perceber que a história do ser humano é muuuuito recente, se for comparada com a história do nosso planeta. E, sempre com objetivo de demonstrar que a ciência é algo que toda pessoa pode aprender, Sagan criou um famoso calendário que ilustra todo o processo de desenvolvimento do Cosmos. A partir de então, ele apresenta os diferentes momentos em que se deu a evolução da vida no planeta Terra, da mesma forma que introduz o posterior surgimento dos seres humanos. Veja, abaixo, a representação do Calendário Cósmico de Carl Sagan:

Representação do calendário cósmico de Sagan. FONTE

Representação do calendário cósmico de Sagan. FONTE

Para isso, este grande intelectual e comunicador realizou uma série de cálculos que o permitiram criar esta tabela, na qual a história do universo foi compilada em apenas 1 ano. Seguindo esta proposta, Sagan chegou à conclusão de que um mês equivaleria a 1250 milhões de anos e cada dia, por sua vez, seria igual a 40 milhões de anos. Por fim, cada segundo deste documento precisava corresponder a 500 anos.

De acordo com estas ideias, o universo teria um total de cerca de 15 bilhões de anos e o primeiro dia de janeiro seria marcado pela ocorrência do Big Bang que, segundo os cientistas foi responsável pela origem de todo o universo. Com isso, as primeiras formas de vidas unicelulares (sobre as quais falei no artigo “O Começo da Vida no Planeta”) só teriam aparecido há cerca de 3,5 bilhões de anos atrás, no que seria o mês de agosto deste Calendário Cósmico.

fonte: netflix

As animações de COSMOS: A SPACETIME ODISSEY foram feitas por (PASMEM!) o criador de Family Guy, Seth MacFarlane. Essa informação eu descobri no SCICAST. FONTE: NETFLIX

Tudo isso reforça o fato de que o desenvolvimento de toda a vida do planeta Terra é resultado de um longo processo de milhões de anos e os primeiros hominídeos, neste sentido, só teria aparecido por volta de 21:45 do último dia de dezembro! Isto que dizer que, a história do ser humano é algo muito (mas muito mesmo!) recente, em relação ao desenvolvimento de nosso planeta e a idade média de um ser humano contemporâneo (que fica entre 70 e 80 anos) equivaleria, portanto, à minúscula quantia de 0.16 segundos cósmicos!!

Posteriormente, no ano de 2014, a série Cosmos recebeu uma atualização que teve como apresentador o astrofísico (e grande meme da internet) Neil deGrasse Tyson que, por sua vez, procurou dar continuidade à ideia do calendário de Sagan. No primeiro episódio de “Cosmos: A Spacetime Odissey” este cientista lembra do trabalho de seu antecessor e nos convida para acompanhar o último minuto do ano deste super calendário, quando os seres humanos desenvolviam ainda um estilo de vida paleolítico. Com auxilio de maravilhosas animações, em 2 minutos do vídeo, Tyson faz uma interessante retomada do processo de desenvolvimento humano, para nos lembrar o quão ínfima (quer dizer pequena) resulta a nossa existência, diante da magnitude da vida e do universo que nos cerca.

Neil deGrasse Tyson e seu meme, logo ao lado. Com certeza você já trombou com essa imagem por aí, na net. FONTE

Neil deGrasse Tyson e seu meme, logo ao lado. Com certeza você já trombou com essa imagem por aí, na net. FONTE

Com todas as ideias que Carl Sagan e Neil deGrasse Tyson nos apresentam durante as duas séries, fica fácil notar que precisamos perceber que não somos o centro das atenções neste fantástico organismo, chamamos de Terra e se realmente quisermos ser parte do futuro desta História, devemos parar e refletir sobre os impactos de nossas ações sobre toda a vida que nos cerca. Caso contrário, assim como se passou com as grandes civilizações da antiguidade, nos tornaremos mais uma referência de um modo de vida insustentável que atingiu o colapso em determinado momento dessa longa História.

Calendário da nova versão de Cosmos, que acompanha o telescópio oficial deles! Muito legal! heheh FONTE: EBay

Calendário da nova versão de Cosmos, que acompanha o telescópio oficial deles! Muito legal! heheh FONTE: EBay

Para saber mais sobre estas séries, deixarei o primeiro episódio de Cosmos com Carl Sagan aqui. Agora se você quiser ver a nova versão, com o Dr. Tyson, basta acessar o NETFLIX, onde você pode ver todos os episódios da primeira temporada. Se o tempo anda curto ou se você já conhece as séries, vale a pena acessar o site do SciCast, no qual é possível encontrar dois episódios, nos quais estes professores e pesquisadores batem papo sobre as duas séries de forma descontraída e divertida.

Um grande abraço e chega por hoje!

COMENTÁRIOS

Desembuche aqui:

Share this:

About the Author

PaleoNerd

Me chamo Denis e sou professor de História. Concluí minha Graduação em Licenciatura em História na Universidade Estadual Paulista – UNESP, Câmpus de Assis-SP em 2009. Em 2014 concluí minha Especialização em Educação, Arte e Multimeios pela Unicamp. Atuo na área desde 2010, ministrando aulas para o Ensino Fundamental, Ensino Médio, Cursos Pré-Vestibulares, assim como, palestras e oficinas para jovens e adultos.

View all posts by PaleoNerd

Leave a Reply