White Zombie: o primeiro filme de zumbi da história?

White Zombie: o primeiro filme de zumbi da história?

Texto por Tiago Souza

Pois é caros amigos, tudo tem começo e as histórias de zumbi no cinema não são exceção a regra. Atualmente com um universo gigantesco recheado de séries, filmes, “quintalogias” etc, parece até meio batido falar sobre a origem dessas figuras que já são conhecidas e adoradas pelo público nerd há anos e que recentemente atingiram um ápice de popularidade graças a seriados como The Walking Dead, Izombie e filmes como Shaun of The Dead – um pouco mais velhinho – e Guerra Mundial Z.

Mas vá lá Tiago então nos conte o que acontece nesse tal primeiro filme de zumbi?

Bom a primeira coisa que fazemos quando vamos analisar qualquer coisa de um ponto de vista histórico é saber quando aconteceu o “rolê”, no caso o filme White Zombie (também conhecido como Zumbi ou A Legião dos Mortos) foi lançado em 1932, ou seja, a mais de 84 anos atrás!!! O filme é dirigido por Victor Halperin (1895-1983), um diretor que gostava de misturar romance e horror em seus filmes e tem a participação de Béla Lugosi(19882-1956) como o principal vilão, chamado Murder Legendre que comanda um legião de zumbis – Esse ator sozinho merece um post só pra ele. O filme foi todo rodado nos estúdios da Universal Pictures na Califórnia.

Belá-Lugosi-demôniaco-como-Murder-Legendre---Cópia

Belá Lugosi como o demoníaco Murder Legendre.

Mas e aí, qual é o plot?

O filme narra a história de um jovem casal que ser reencontra no Haiti e planeja se casar o mais rápido possível, lá são recebidos por um ricaço chamado Charles Beamount, que faz de tudo para atrasar a cerimônia, pois se apaixonou a primeira vista por Madeline Short. Decidido a fazer de tudo Charles se alia a Murder Legendre um mestre de vudu que com sua magia negra consegue ressuscitar corpos e transformá-los em escravos obedientes e sem nenhum resquício de vontade própria.

A "poção do amor"

A “poção do amor”

O feiticeiro dá uma poção que mais tarde é bebida por Madeleine que morre e rapidamente é enterrada em solo haitiano. Recém casado e agora viúvo Neil Parker após uma bebedeira vai até a tumba de sua amada e não encontra o seu corpo, apenas esclarecendo a situação com a ajuda de um missionário local chamado Dr. Bruner. Juntos os dois rumam para o castelo de Murder com o objetivo de tentar salvar a sua amada.

No castelo Charles se arrepende do que fez e implora para que Murder desfaça sua mágica para que Madeline volte ao normal, mas o vilão se nega no mesmo momento em que Neil e DR. Bruner chegam ao castelo…

Senhor-Charles-Beamount,-talarico-desde-1932---Cópia

Ah, tá e mas e cadê a parte onde os zumbis começam a devorar as outras pessoas que se transformam em zumbi e uma vão comendo as outras? Não tem shotguns nesse filme? Katanas? Serra elétrica? Sabres de luz?

Infelizmente não, mas isso necessariamente não é uma coisa ruim, White Zombie por ser o primeiro filme com essa temática ainda não apresenta as características que tornaram o gênero popular. Aqui os zumbis não comem ninguém, eles são apenas corpos sob a influência da magia negra incorporada pelo vudu. Aparecem com o rosto pálido e expressão sem vida e seguem obedientemente as ordens de seu mestre, que por incrível que pareça utiliza seus serviços em um engenho. É um engenho de cana-de-açúcar!!!

Zumbis ou escravos?

Zumbis ou escravos?

“WTF” um engenho no Haiti? Mas onde fica o Haiti mesmo?

Haiti (não confundir com Taiti) faz parte de uma pequena ilha no Caribe, que tem fronteira com a República Dominicana e ficou muito conhecido na mídia após sofrer as trágicas consequências de um terremoto de de grandes proporções em 2010 que destruiu toda a infraestrutura do país e forçou muitas pessoas a emigarem para outros países – inclusive para o Brasil. Historicamente o Haiti foi a segunda república a surgir na América em 1804, por meio de uma revolução na qual os escravos se uniram para acabar com a opressão de seus senhores franceses. Muitos destes senhores foram mortos e o o país se tornou um exemplo a se temer na América, já que a base do trabalho colonial era escravista e este fato representava a possibilidade de enormes perdas para estes administradores.

Zumbis??

Entre 1915 e 1934 os Estados Unidos ocuparam o território haitiano, como parte de uma política externa que ficou conhecida como “Big Stick”. Com o pretexto de proteger a América dos interesses imperialistas europeus, os norte-americanos conquistaram grande parte da América Central e passaram a controlar a produção destes países. O mais interessante é que o filme é ambientado justamente neste período histórico, o que revela a possibilidade de uma interpretação crítica acerca do uso da mão-de-obra escrava e da política externa norte-americana. Afinal, o Haiti ainda era um grande produtor de açúcar e alimentava o mercado interno estadunidense, por isso é extremamente sintomático que os zumbis do filme em questão sejam usados para o trabalho desgastante e cruel imposto para se manter um engenho. Situação que nos leva  dar destaque para a cena onde Charles visita Murder Legendre em seu engenho e um dos escravos “zumbis” cai dentro do moinho de cana e o “trabalho” continua normalmente.

Moenda de cana-de açúcar, representada no filme.

Moenda de cana-de açúcar, representada no filme.

“Tá” legal, você achou um jeito de colocar história no meio, mas e o filme, vale a pena ser visto?

Muita gente fala que não… outros falam que sim. Eu sou do TEAM YES porque o TEAM NO é modinha demais – Civil War feelings. O filme é simples, tem locações simples, porém em sua simplicidade ele entrega uma trama interessante e que desperta curiosidade do cinéfilo de plantão. No plot que descrevi não coloquei o desfecho porque esse artigo é um convite para que você assistam filme!

Todo bom vilão tem o seu castelo!

Todo bom vilão tem o seu castelo!

E olha só que que “firmeza”! Tem no youtube na faixa, não precisa de tv a cabo, netflix ou mesmo de passar na “Baía do Pirata” pra curtir. Ele tá lá todo bonitão, restaurado e com qualidade em HD pro seu deleite .o.

Depois volta aí e posta o que você achou, só peço que você tenha a mesma consideração que o Batman teve pela mãe do Superman na hora de citar a minha progenitora caso você não goste, mas duvido que isso vá acontecer.

É só clicar no link abaixo e assistir!! #PEGAAPIPOCA!

ps: uma curiosidade a banda de rock White Zombie tirou seu nome desse filme!!!

___________________________________________________________________________________________

Tiago Souza é Formado em História na Unesp de Assis, atualmente professor da rede de ensino básica do estado de Sp com interesse em cinema, mangas e afins

COMENTÁRIOS

Desembuche aqui:

Share this:

About the Author

PaleoNerd

Me chamo Denis e sou professor de História. Concluí minha Graduação em Licenciatura em História na Universidade Estadual Paulista – UNESP, Câmpus de Assis-SP em 2009. Em 2014 concluí minha Especialização em Educação, Arte e Multimeios pela Unicamp. Atuo na área desde 2010, ministrando aulas para o Ensino Fundamental, Ensino Médio, Cursos Pré-Vestibulares, assim como, palestras e oficinas para jovens e adultos.

View all posts by PaleoNerd

Leave a Reply